Paper Man

Eu fiquei sabendo desse filme depois que assisti ao (brilhante e apaixonante) Easy A, com a Emma Stone. Ela já virou uma das minhas atrizes preferidas, e então fui ver a lista de filmes que ela tinha feito. Achei esse tal de Paper Man, vi que não tinha muitas reviews boas, mas mesmo assim resolvi assistir pra tirar minhas conclusões.
Paper Man é um filme independente escrito e dirigido pelo casal Kieran e Michele Mulroney. A história é mais ou menos simples: um casal à beira da separação, a mulher sendo uma cirurgiã e o marido sendo um escritor que fracassou no primeiro livro, tentando começar um novo. Os dois se mudam para uma casinha antiga e isolada em Montauk, mas Claire (Lisa Kudrow – Friends) só volta nos fins de semana por causa do trabalho. Enquanto isso, ela deixa o marido, Richard (Jeff Daniels – Debi e Lóide, Velocidade Máxima), sozinho para tentar achar inspiração para escrever o próximo livro. O fato principal, mais importante e interessante do filme, é que Richard tem mente, alma e coração de uma criança, e sempre foi muito sozinho. Ele tem um amigo imaginário, o Capitão Excelente (Ryan Reynolds – A Proposta, Adventureland). Logo Richard conhece Abby (Emma Stone – Easy A, Zumbilândia), uma garota BEM mais nova que ele, e começa uma relação no mínimo estranha, quando ele a contrata como babá (mesmo sem ter um bebê. É. Confuso.). Abby também tem um amigo imaginário, Christopher (Kieran Culkin – O Pai Da Noiva, A Estranha Família de Igby). A solidão de Richard e Abby acaba os unindo.

No começo, o filme é bem estranho e confuso. Depois que Richard e Abby começam a se conhecer melhor, tudo fica engraçado e divertido. Você não consegue mais parar de assistir, e fica curioso pra ver o final. O maior motivo disso é a edição excelente que tem esse filme. O fim é meio infinito, o que chega a irritar um pouco, mas não estraga a história. Com certeza o que vale mais a pena no filme inteiro é a química entre Stone, Daniels e Kudrow. A Emma dá um show a cada cena que aparece. É incrível. Daniels e Kudrow são sempre excelentes.
É um filme com muitas cenas marcantes, divertidas, hilárias, emocionantes e algumas sem-noção. Mas eu indico, porque eu não esperava nada desse filme e me surpreendeu muito.

Comente sobre o post

O seu email não será publicado.