[Fotos] Scalene, Supercombo e Medulla em SP

Sim, já faz mais de um mês que aconteceu esses shows, mas por motivos de força maior (falta de tempo, posts acumulados) o post só está saindo hoje! Como eu já tinha dito lá em abril, no post do resumo do mês, em maio rolou outro show da banda Scalene em São Paulo, e eu tinha prometido que ia contar tudo pra vocês, lembram?
Eu conheci a Scalene no fim do ano passado. Vi eles ao vivo pela primeira vez no Lollapalooza desse ano, e confesso que virei MUITO fã (daquelas que não consegue ouvir mais nenhuma banda durante vários dias, sabe?). Em abril, eu fui num show solo do vocalista, Gustavo Bertoni, (que contei tudo nesse post aqui) e ele foi tão extremamente simpático com todo mundo que tava lá, que, se é que era possível, virei mais fã ainda. Alguns dias depois daquele show, no domingo, a banda apareceu no programa Superstar da Globo. Depois da aparição no programa, a fama deles deu um boom absurdo, e eu logo pensei: quais as chances de eu conseguir ir num show e conversar com os caras de novo? É o que todo mundo pensa: a fama e o sucesso fazem com que os músicos fiquem inacessíveis. Mas com a Scalene aconteceu o contrário. Eles ficaram ainda mais próximos dos fãs, criaram contas no Snapchat, conversam com fãs no Whatsapp, e depois de TODOS os shows, eles atendem TODOS os fãs, até o último. Não andam com seguranças, não viram a cara pra ninguém, e continuam fazendo os shows com a maior animação e empenho.
Um pouco antes da Scalene ir no Superstar, outra banda da nova geração do rock nacional já tinha dado as caras por lá, a Supercombo, de São Paulo. Eu já conhecia algumas músicas da banda, mas comecei a ouvir mais por causa da amizade que eles tem com a Scalene (eles tem até uma música em parceria). Quando vi que ia rolar esse show no Teatro Mars com as duas bandas, eu não pensei uma vez antes de comprar o ingresso!
Depois do sucesso das duas bandas no Superstar, o show deu soldout em poucos dias, e eles abriram uma segunda data no dia seguinte. E sim, eu fui nos dois dias =)
Além da Scalene e da Supercombo, também tocou, nos dois dias, a banda Medulla. Eu não os conhecia, mas eles me surpreenderam muito. Os gêmeos Raony e Keops tem uma energia absurda no palco, e as letras das músicas são incríveis.
O show da Supercombo foi, sem dúvida, um dos melhores que já vi na minha vida, acima até de algumas bandas internacionais. Não tem como explicar a emoção que as músicas dessa banda transmite pra gente durante o show. Mesmo que você não conheça, é impossível não se emocionar com as letras (geniais), dançar, e curtir a energia dos caras. Eu vi a mesma setlist dois dias seguidos, mas se desse, eu via um show deles todo dia, sem problema nenhum! Eles estão com uma turnê imensa pelo Brasil todo. Se você tiver oportunidade, vá num show deles, que você não vai se arrepender! Infelizmente eles foram eliminados do Superstar, mas talento é o que não falta nessa banda, e eles tem uma longa estrada pela frente.
A Scalene, como sempre, mandou muito bem, nos dois dias. Eles são, sem sombra de dúvida, uma das melhores bandas nacionais que já existiu. Músicos excelentes, dois álbuns incríveis lançados (sem nenhuma música fraca sequer), sem contar a simpatia e a juventude, que vão fazer com que eles ainda tenham uma longa carreira. Eu sou muito suspeita pra falar, mas eu realmente acho que não tem nenhuma banda no momento, aqui no Brasil, que faça um som do nível desses caras. Fica aqui um pedido sincero meu: Corre pro Spotify e ouve o CD novo deles, o “Éter”. E depois me conta o que achou. Até agora, eu não ouvi uma alma falar que não gostou da Scalene. Pode ter aqueles haters que vão falar mal só porque eles estão indo tão bem no Superstar, e que tá tudo comprado e bla bla bla. Mas tem um negócio chamado mérito, e sim, esses meninos merecem DEMAIS estar onde estão.
Essas três bandas são o futuro do rock nacional, então, guardem bem esses nomes! Além de já serem amigos de estrada e estarem fazendo vários shows juntos (vai rolar um em Guarulhos, com as três bandas novamente, em agosto!), eles estão gravando um EP com mais duas bandas: Far From Alaska (que eu também vi no Lollapalooza) e Inky. Essas 5 bandas, junto com a Versalle (que também já está na final do Superstar), a Scambo, e a Suricato (que é uma das minhas bandas preferidas, já falei bastante deles aqui no blog, e também participaram do Superstar), tem TUDO pra trazer a força do rock nacional de volta às radios, programas de TV, e etc.
Enfim, já falei demais!
Eu tive a chance de capturar alguns momentos INCRÍVEIS dessa festa que foi o último fim de semana de maio, lá no Teatro Mars, em Sampa. Eu curti pra caramba o resultado, e essas fotos tiveram uma repercussão muito bacana no meu Instagram e na minha página do Facebook. Muito obrigada a todos que me ajudaram a divulgar, e fizeram com que eu batesse meu recorde de likes no Instagram. As fotos chegaram até as bandas, que também divulgaram nos seus perfis, e isso me ajudou ainda mais!

Agora chega de falação, e vamos às fotos!

30/05 – Sábado

31/05 – Domingo

Comente sobre o post

O seu email não será publicado.