[Viagem] Foz do Iguaçu – PR

Hoje vim contar pra vocês sobre uma viagem que eu sonhava em fazer há muito tempo, e que esse ano finalmente aconteceu! Foz do Iguaçu é conhecida internacionalmente por conta dos pontos turísticos famosíssimos, e sem dúvida nenhuma, um lugar que todo brasileiro deveria conhecer. Quando você vê as Cataratas de pertinho, visita Itaipú e conhece o Marco das 3 Fronteiras, você se sente abençoado. É um sentimento que só quem conhece pessoalmente, entende. Uma viagem sem dúvida inesquecível e que eu recomendo à todos!

Nós (eu e meus pais) ficamos 3 dias em Foz (5, se contar os 2 dias de viagem – Fui e voltei de carro partindo de Curitiba, o que leva mais ou menos 9h, sem paradas). Aliás, antes de começar a falar de Foz, preciso comentar sobre a estrada que vai de Curitiba até lá: Apesar de ser cansativa a pista única e a quantidade absurda de caminhões pelo caminho, é sem dúvida uma das estradas mais lindas que já conheci, se não A mais bonita. São paisagens de tirar o fôlego, e muitas, MUITAS MESMO, plantações de trigo! Infinitas! Uma bela roadtrip se você não estiver com muita pressa. Agora voltando a falar de Foz, nós nos hospedamos numa casa (tipo Airbnb), o que foi excelente. Foi muito barato, e ainda pudemos fazer um churrasquinho na segunda a noite!
A cidade de Foz do Iguaçu em si não tem nada demais. Eu senti que eles gastaram bastante dinheiro com a estrutura dos pontos turísticos, e esqueceram do resto da cidade. Mas assim…convenhamos que é justo, né?
Nós compramos um passaporte que se chama “Passaporte 3 Maravilhas”, que te dá direito a entrada nos 3 parques mais famosos de Foz: O Parque Nacional do Iguaçu (Cataratas), a Itaipú Binacional (Usina), e o Marco das 3 Fronteiras. Dentro das Cataratas e de Itaipú, existem outros passeios opcionais, que não são incluídos nesse passaporte. O passaporte custou R$69. Eu achei que compensou bastante, pois ganhamos desconto nas entradas, nos estacionamentos, nos restaurantes e nas lojas de souvenirs que tem dentro das atrações! Além de tudo, paguei mais barato apresentando carteirinha de estudante. Moradores de Foz do Iguaçu e região não pagam entrada, assim como idosos acima de 60 anos.

IMG_20181009_132354 copy

No primeiro dia, fomos no Marco das 3 Fronteiras, que todo mundo estava recomendando ir ao pôr-do-sol. Apesar do calor absurdo, valeu muito a pena. Eu tinha visto na previsão do tempo que iria chover todos os outros dias da viagem, então aproveitamos pra ir lá logo no primeiro. De novo, preciso citar aqui a estrutura dos pontos turísticos de Foz. É tudo extremamente organizado, limpo, novo e bonito. Você tem uma visão privilegiada do cruzamento dos rios Paraná e Iguaçu, além de avistar os marcos do Paraguai e da Argentina, que fazem fronteira com o Brasil naquele ponto. E obviamente, tirar foto na famosa plaquinha indicando os 3 países!

_DSC5663

_DSC5664

_DSC5674

_DSC5690

_DSC5698

_DSC5704

_DSC5707

_DSC5702

No segundo dia, Domingo, fomos logo pela manhã nas Cataratas do Iguaçu. Talvez não tenha sido a melhor escolha da viagem, porque assim que chegamos no parque, começou a cair uma chuva torrencial. E assim ficou até sairmos de lá. Foi um pouco triste, mas ainda assim, maravilhoso. Você deixa seu carro logo na entrada do Parque Nacional (ou desembarca ali, caso vá de taxi, Uber ou ônibus). Ali você apresenta seu ingresso, e daí entra num ônibus aberto que te leva até as cataratas. Eu recomendo você descer no penúltimo ponto desse ônibus, que é onde começa a “trilha” (que na verdade são só algumas escadas). Essa “trilha” tem pontos de parada pra ver cada pedacinho das cataratas, desde as quedas menores até a famosa Garganta do Diabo. Se você descer no último ponto, você será obrigado a descer o elevador panorâmico (que não tem nada demais), pra chegar na vista final das cataratas. Ah, esqueci de comentar: Leve capa de chuva. Nós não levamos e acabamos tendo que comprar lá na lojinha (foi R$15, nada absurdo, mas né…). Talvez você dê sorte de pegar um dia de sol ao contrário de mim, mas mesmo assim, na passarela da Garganta do Diabo é possível que você se molhe um pouco!
Bom, nem preciso comentar muito sobre o que é aquele lugar, né? Mesmo num dia cinza e extremamente chuvoso, você consegue ver o tamanho daquela maravilha. É de arrepiar cada fio do seu corpo!
No fim da tarde do mesmo dia, nós fomos até a Argentina em Puerto Iguazú, cidade que faz fronteira com Foz. Lá eu ganhei meus primeiros carimbos no meu Passaporte! (Pensa numa criança feliz que nunca tinha colocado os pés pra fora do Brasil! hahah) A cidade em si não é lá aquelas coisas. É bem caótica. Mas o que valeu a pena mesmo foi ir até o Duty Free. É um shopping com produtos de todas as linhas possíveis, com valores bem abaixo do normal. No dia que fomos o dólar estava em R$4,04, então não compensou TANTO, mas ainda assim, consegui umas coisas com descontos bons. Recomendo! ;)

_DSC5719

_DSC5720

IMG_20180930_115057075

IMG_20181009_140627

No 3º dia, nos programamos pra ir logo cedo pro Paraguai (Ciudad del Este). Gente, uma observação aleatória: é muito engraçado quando você coloca no GPS e ele diz que o Paraguai e a Argentina estão à apenas 8km de distância! hahaha… Enfim, segunda-feira, 9h da manhã, estávamos cruzando a fronteira. Que ao contrário do que muita gente pensa, não tem segredo nenhum. Não fomos parados nem na entrada, nem na saída. Só foi necessário os documentos pra comprar numa loja de eletrônicos pra emitir a nota, mas pra entrar no Paraguai, ninguém viu nada. Pode ser que não seja sempre assim, mas…
Foi um passeio muito divertido. Muita gente ficou me botando medo, e falando que não compensava os valores, mas pra mim valeu super a pena. Obviamente que você tem que tomar cuidado na rua, pois os camelôs ficam gritando pra você entrar em tal loja e comprar meias. Mas é só você não dar bola e ir direto para os shoppings e lojas maiores. Aquele lugar é uma loucura, é verdade, mas eu recomendo conhecer pelo menos uma vez na vida. Parece coisa de outro mundo. Os shoppings maiores (tipo o Paris e o Sax) são coisa de primeiro mundo. Andares e mais andares de produtos de tudo quanto é setor. Tudo que você imaginar, tem. Pra mim, o que mais compensou foi ir na loja Mega Eletrônicos. É tudo bem mais em conta que no Brasil, tem todas as marcas que você imaginar, e o atendimento é excelente. Além disso, você pode abrir o produto ali mesmo pra conferir e testar.
Algumas dicas rápidas: 1. Não vá com Dólar, a não ser que você já tenha comprado antes por um preço muito abaixo. Nós fomos só com Real e todas as lojas aceitaram normalmente (e te dão troco normalmente também). Nenhuma loja fez conversão acima do preço do dia, ninguém nos roubou. O que eu não recomendo é pagar com cartão de crédito, já que é cobrado taxa em cima da conversão; 2. Se for de carro, estacione num dos shoppings (Paris, Sax, Monalisa) ou no Estacionamento Del Este (que foi onde deixamos o nosso. Recomendo este porque é barato – R$8 a hora – e também porque saindo dele, você já cai direto na aduaneira por um acesso lateral, sem precisar pegar a fila de carros que se acumula ali na rua principal); 3. E a mais importante: Faça uma lista de coisas que você vai comprar, e se possível, procure lojas que você já sabe que tem aquele produto (Recomendo muito esse site: www.comprasparaguai.com.br/lista-desejos/), porque assim você já vai com o valor anotado e não tem perigo de pagar mais caro.

Depois de voltarmos do Paraguai, por volta do meio-dia (sim, ficamos pouquíssimo tempo! E foi mais do que suficiente!), fomos conhecer Itaipú. O passeio que aquele passaporte dá direito, é a Visita Panorâmica. Você primeiro assiste um video bem rápido sobre a história da usina, e depois entra num ônibus onde você conhece o parque inteirinho. É surpreendente. Os momentos mais legais são quando passa por dentro da barragem, e depois por cima. A barragem tem 8km de extensão total. É muito grande! E quando você passa por cima, você consegue ver o reservatório, na altura dos olhos, e o Rio Paraná, lá em baixo. É uma sensação muito bizarra pensar que aquela estrutura está segurando tanta água! Recomendo muito o passeio. Dura em média 1h20.

_DSC5734

_DSC5735

_DSC5744

_DSC5758

_DSC5765

_DSC5762

Foi uma viagem deliciosa. Se vocês tiverem oportunidade, por favor, vão conhecer Foz do Iguaçú. E se tiverem alguma dúvida ou quiserem mais dicas, é só deixar nos comentários!

Um beijo, e até a próxima ;)

Comente sobre o post

O seu email não será publicado.